Ceará-Mirim tem uma das menores taxas de transmissibilidade da COVID-19 no RN

O município está na zona segura, com menos de 1,00 de transmissibilidade

 

De acordo com a plataforma do Laboratório de Inovação tecnológica em Saúde (LAIS) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), Ceará-Mirim tem 0,90 de taxa de transmissibilidade do novo Coronavírus, elevando o município para a zona segura.

O prefeito Júlio César reforça a importância das ações de enfrentamento a COVID-19 na cidade. “Desde o início da pandemia, estamos trabalhando para evitar o avanço do vírus. Adquirimos respiradores, realizamos campanhas e blitzen educativas, compramos medicamentos e distribuímos nas UBS, distribuímos máscaras, entre outras ações que estão dando resultado, como mostra a pesquisa. Nosso compromisso com a saúde dos cearamirinenses continua”, destaca o prefeito.

A taxa é uma das maneiras de medir a propagação de uma epidemia e de projetar futuros cenários. No estado, 63 municípios estão com uma taxa acima de 2 (zona de perigo), 78 estão com taxa de 1,03 e 2 (zona de risco), dois estão entre 1 e 1,03 (zona neutra) e outros 24, incluindo Ceará-Mirim, estão com a taxa abaixo de 1.

 

 

5